quinta-feira, 26 de abril de 2018

Mensagem ao vereador da cultura Vasco Pinto

Vasco, se não te impuseres ao sector de comunicação da Câmara Municipal de Alcochete, daqui a pouco mais de três anos, os comunistas voltarão ao poder nesta terra de Alcochete.
É preciso pôr termo ao politicamente correcto, destruidor da cultura do povo, e mandar às urtigas o miserável desdobrável que muitos nem podem ler por razões oftalmológicas.
Por outro lado, urge que se façam remodelações no site da Câmara porque aquele meio de comunicação anda um bocado à lagardère.
Passou o tempo, mais que suficiente, para que os eleitores que te deram o voto se começassem a aperceber de mudanças, tornando-se esta delonga cada vez mais insuportável.
Vasco, passaste a vida a provar a todos, por Portugal e estrangeiro, que eras capaz de superar o medo. Esse exercício é permanente, não obstante a querença de agora seja muito diferente da de tantos toiros que seguraste pelos cornos.

A leitura dos textos a seguir não empobrece ninguém.   

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado, Manuel. O Vasco é um jovem querido nesta terra de Alcochete que eu respeito muito pelo serviço que ele prestou à Corrida de Toiros... à grande Festa Brava que tanto contribui para a nossa liberdade.
      A lide do Vasco agora é outra. Eu penso que se todos o ajudarmos, ele poderá ser um grande vereador da Cultura... porque foi a esta que o nosso autarca sempre deu o corpo e a coragem.

      Eliminar